Diário de uma futura Avó. É rapaz ou rapariga?

Diário de uma Avó

Este último mês foi dramático.

A rotina da Joana passou a ser acordar e correr para a casa de banho aos vómitos. “Durante o dia até me sinto bem, mas assim que começa a escurecer… lá vou eu de novo…  deito-me com as galinhas, porque pelo menos a dormir não estou enjoada”.

Não via a hora de chegar aos três meses e os enjoos passarem.

Eu também queria muito que ela chegasse lá, mas a minha razão era muito mais egoísta: é que na ecografia pode ser que já se perceba se é rapaz ou rapariga.

Tanto eu como a Mãe dela, a Graça, achamos, desde o princípio, que é rapariga. A Graça tem tanta certeza que começou a fazer uma manta cor-de-rosa. Eu, mais cautelosa, comprei lã amarela e verde-água e passo o tempo no pinterest a ver modelos de casacos, botas, toucas…

Mas de facto, é indiferente.

Rapaz ou rapariguinha, “desde que venha com saúde”…

 

 

Comentários

comentários