Felicidade é... fazer obras em casa.

Diário de uma Avó, Eu Sem Nós

 

Foi assim que eu soube que ia ser Avó.

A Joana explicou-me que o Vasco andava muito ocupado a planear obras no quarto que “sobra” em casa deles. Mas para quê?, perguntei eu, estranhando este “passatempo”, não querendo acreditar que o que me ocorreu nesse segundo, era verdade. Desde o dia em que eles casaram que todos os dias esperava essa notícia. Enfim, estou a exagerar, mas não muito…

As obras em casa são para arranjar o quarto para o bebé que vem a caminho.

O meu filho mais novo veio a correr do quarto dele, para saber porque é que eu estava a gritar!

Pois. Quando fico muito contente, grito. E rio. E quase que choro.

E quero contar a toda a gente.

Pois. Mas isso é que não pode ser. Fiquei proibida de dizer, fosse a quem fosse até que a Joana fizesse os três meses de gravidez.

Mas agora, finalmente, chegámos lá.

E eu posso anunciar ao mundo que vou ser Avó!

 

 

Comentários

comentários